Empresas Randon comemoram 70 anos

As Empresas Randon, com sede em Caxias do Sul (RS), da qual fazem parte fabricantes de implementos para o transporte de cargas, autopeças e serviços financeiros, completaram 70 anos.

Para comemorar, a companhia lançou a campanha: “Randon 70 anos: Juntos, inovando por um futuro melhor”.

Segundo ela, o objetivo é valorizar, em ações ao longo do ano, o legado das Empresas Randon e projetar seu futuro por meio da inovação e das pessoas. Uma das inspirações é a história do próprio fundador, Raul Randon, falecido em março de 2018.

Entre os exemplos de inovações que impulsionaram os negócios do grupo no decorrer dessas sete décadas, estão a criação do freio a ar (1954), a decisão de abertura de capital da companhia (1971) e a busca de parceiros globais para a formação de joint-ventures na área de autopeças (anos 80 e 90). Em 2014, anteviu-se a necessidade de uma profunda readequação do modelo organizacional, tornando-o mais enxuto e eficiente.

Além disso, a empresa vem promovendo alterações em alguns processos de gestão, que associam tecnologias com mudanças comportamentais. Como exemplos, destacam-se um sistema digital de recrutamento, que utiliza inteligência artificial, e participação na Hélice – Movimento pela Inovação, que junto a outras empresas da região serrana busca soluções para demandas em comum junto a startups.

 

História

O conglomerado Randon foi iniciado em 1949, com uma pequena oficina mecânica voltada à reforma de motores industriais em Caxias do Sul. O negócio foi idealizado por Raul Anselmo Randon, que aos 14 anos foi trabalhar na ferraria de seu pai, onde permaneceu até os 18, quando, em 1948, passou a prestar o serviço militar obrigatório.

No retorno, associou-se ao irmão Hercílio Randon em sua pequena oficina de reforma de motores, quando aliaram conhecimentos técnicos e comerciais em uma bem-sucedida combinação. Raul Randon, falecido em 2018, costumava afirmar: “Fomos ousados em vislumbrar e sonhar o futuro; fomos prudentes nos investimentos e avanços tecnológicos; fomos fortes nos momentos de crise, na adversidade. Por acreditarmos no Brasil, sempre projetamos produtos afinados com o progresso, apostando no desenvolvimento nacional”.

 

 Mecânica Randon, onde o conglomerado teve origem (crédito: Arquivo Memorial Randon).

Mecânica Randon, onde o conglomerado teve origem (crédito: Arquivo Memorial Randon).

Sobre as Empresas Randon

A Randon S.A. Implementos e Participações é a controladora das unidades de negócios Randon Implementos, Randon Veículos, Suspensys e Suspensys WE/Castertech. Também controla as fabricantes de autopeças Fras-le, Master Sistemas Automotivos e JOST Brasil, e, na área de serviços financeiros, a Randon Administradora de Consórcios e o Banco Randon.

As empresas são divididas em três divisões: montadoras (implementos, vagões e veículos especiais); autopeças (fabricantes de lonas, pastilhas, sistemas de freio, eixo, suspensão e conjunto de articulação e acoplamento) e serviços financeiros (administração de consórcios e suporte às vendas).

Com participação histórica na faixa de 40%, é líder em praticamente todos os mercados onde atua, como veículos para o transporte de carga, ferroviário e fora-de-estrada, sistemas automotivos, autopeças e serviços.

Em seu conjunto, as Empresas Randon produzem um dos mais amplos e avançados portfólios de produtos do segmento de veículos comerciais correlacionados com o transporte de cargas, dentre as empresas congêneres no mundo.

Emprega cerca de 11 mil pessoas, tendo registrado faturamento bruto de R$ 4,2 bilhões em 2017.

A companhia ainda mantém uma rede internacional de vendas e serviços, atendendo a mais de cem países, em especial o Chile, México, Canadá, Estados Unidos, África do Sul, e países localizados no Oriente Médio, Ásia, Comunidade Econômica Europeia e Mercosul.