Foco no futuro marca os 80 anos da Tupy

Uma solenidade especial comemorou os 80 anos da Tupy. Realizado em 21 de março na Associação Empresarial de Joinville (Acij), o evento reuniu autoridades empresariais, políticas e da comunidade, além de lideranças e funcionários da empresa. Também estavam presentes Afonso Gonzaga, presidente da ABIFA – Associação Brasileira de Fundição (ABIFA), e diretores da entidade.

De uma pequena empresa familiar fundada em março de 1938, a Tupy é hoje uma das mais importantes multinacionais do Brasil. Líder global no mercado de blocos e cabeçotes de ferro para motores, a companhia também é número um na produção de conexões de ferro maleável no Brasil e fabricante de perfis por fundição contínua.

No mês do aniversário da empresa, também foi anunciada a sua troca de comando. Depois de 15 anos de uma gestão de sucesso, Luiz Tarquínio Sardinha Ferro passa a presidência para Fernando Cestari de Rizzo, até então vice-presidente da Unidade de Negócios Automotivos. Rizzo comanda a Tupy a partir de abril, com planos de acelerar o crescimento e a internacionalização da empresa.

A Tupy desenvolve e produz soluções em ferro de alta tecnologia para as principais montadoras do mundo, fabricantes de caminhões, ônibus, máquinas de grande porte, embarcações e carros de luxo. Globalizada, mais de 80% da produção de suas fábricas no Brasil (Joinville – SC) e México (Saltillo e Ramos Arizpe) é vendida no mercado externo, para cerca de 40 países.

Segundo a empresa, além de uma gestão equilibrada e com visão de futuro, o segredo para atingir este patamar internacional é a inovação constante, tanto no desenvolvimento de novos processos fabris quanto de novas ligas metálicas. A Tupy tem hoje capacidade para produzir 848 mil toneladas anuais de peças em ferro fundido, empregando mais de 13 mil pessoas.

 

Tupy

Da esquerda para a direita, Roberto João de Deus, diretor-executivo da ABIFA, Fernando Cestari de Rizzo, presidente da Tupy, Luiz Tarquínio Sardinha Ferro, ex-presidente da Tupy, e Afonso Gonzaga, presidente da ABIFA