Investimentos em infraestrutura devem crescer em 2019

Segundo apuração da Abdib – Associação Brasileira da Indústria de Base, o investimento em infraestrutura deve atingir 1,86% do PIB em 2019, contra 1,81% em 2018. Em 2017 e 2016, o indicador ficou em 1,67% e 1,76% do PIB, respectivamente.

O levantamento da entidade considera recursos públicos e privados aplicados em quatro setores de infraestrutura: transportes, energia elétrica, telecomunicações e saneamento básico. Os dados são coletados junto a empresas, órgãos públicos e agentes setoriais envolvidos com os investimentos do setor.

Setorialmente, a perspectiva da Abdib é que os investimentos somem 0,52% do PIB em transporte em 2019 (contra 0,52% em 2018), 0,68% do PIB em energia elétrica (contra 0,65% do PIB em 2018), 0,45% do PIB em telecomunicações (contra 0,44% do PIB em 2018) e 0,21% do PIB em saneamento básico (contra 0,20% do PIB em 2018).

A perspectiva é que sejam registrados R$ 131,7 bilhões de investimentos em infraestrutura até o final do ano, distribuídos nas áreas de transportes (R$ 36,9 bilhões), energia elétrica (R$ 48,2 bilhões), telecomunicações (R$ 31,9 bilhões) e saneamento básico (R$ 14,7 bilhões).

Investimentos entre 2014 e 2018

No período, os investimentos em infraestrutura (a preços de 2018 atualizados pelo IPCA), realizados pelo setor público, recuaram 46,7%, enquanto os investimentos realizados pelo setor privado recuaram 17,5%.

Os setores de transportes (-43,2%) e energia elétrica (-69,1%) foram os que sofreram retração mais significativa por de investimentos públicos. Saneamento básico (-9,3%) também sofreu com a crise fiscal do setor público brasileiro, mas de forma menos intensa.

No âmbito do setor privado, entre 2014 e 2018 houve recuo nos investimentos em transportes (-35,5%) e telecomunicações (-24,9%). Por outro lado, os investimentos privados no período cresceram nas áreas de energia elétrica (+5,4%) e saneamento (+15,6%).