Mercedes-Benz anuncia investimentos de R$ 2,3 bilhões no Brasil nos próximos quatro anos

O desempenho do mercado de caminhões tem sido o grande destaque da indústria automotiva brasileira em 2019. Somente em outubro foram 9,4 mil emplacamentos, o melhor outubro desde 2014. No acumulado do ano, com 83,7 mil unidades, o crescimento é de 37,9% em relação a 2018, segundo a ANFAVEA – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores.

Para falar a respeito da gestão da empresa neste segmento, Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & Daimler Latin America, esteve na Associação Empresarial de Joinville (ACIJ) no início de novembro. Na ocasião, ele destacou as 100 mil novas unidades da marca em circulação no mercado brasileiro até outubro.

Segundo declarações de Schiemer transcritas no site da ACIJ, entre 2016 e 2023 serão investidos R$ 4,8 bilhões no Brasil. Deste montante, parte já foi aplicada e R$ 2,3 bilhões serão aportados até 2023.

Para João Joaquim Martinelli, presidente da ACIJ, este é um exemplo da aposta da Alemanha no nosso país: “Os empresários foram competentes nos anos de crise e temos que ser mais competentes ainda nos anos bons”.

De acordo com Schiemer, a previsão de crescimento das vendas de caminhões nos próximos dois anos está pautada nos três setores da economia que tendem a reagir positivamente: o agronegócio, a construção civil e a logística aliada às menores taxas de desemprego.

Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & Daimler Latin America. (Imagem: Cleber Gomes/ACIJ)

Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & Daimler Latin America. (Imagem: Cleber Gomes/ACIJ)