Produção industrial aumenta em maio

A notícia foi revelada pela CNI – Confederação Nacional da Indústria, que mensalmente realiza a pesquisa Sondagem Industrial.

Segundo apurado, o indicador de evolução da produção subiu para 50,9 pontos no quinto mês do ano, enquanto o nível de utilização da capacidade instalada cresceu 1 ponto percentual em relação a abril, ficando em 67%. Este percentual é maior que o registrado no mesmo mês dos quatro anos anteriores.

No entanto, há de se mencionar que a indústria continua acumulando estoques. O índice de evolução do nível de estoques efetivo em relação ao planejado alcançou 51,6 pontos em maio. Este indicador varia de zero a cem pontos. Quando está acima dos 50 pontos, mostra que a indústria está acumulando estoques indesejados.

Outro ponto abordado no levantamento é a perspectiva de investimento da indústria. De acordo com a Sondagem Industrial, os empresários mantêm as expectativas positivas.

Em junho, o indicador de intenção de investimentos ficou em 52,3 pontos, enquanto o de expectativa sobre a demanda ficou em 57,3 pontos, o de compras de matérias-primas foi de 54,6 pontos, o de número de empregados alcançou 50,8 pontos e o de quantidade exportada, 52,6 pontos.

Todos os indicadores continuam acima dos 50 pontos, mostrando que os empresários esperam o aumento da demanda, da compra de matérias-primas, do emprego e das exportações nos próximos seis meses.

Esta edição da Sondagem Industrial foi feita entre os dias 3 e 12 de junho, com 1.903 empresas. Dessas, 766 são pequenas, 683 são médias e 454 são de grande porte.