Soluções ADF

Este site tem por objetivo fornecer subsídios a todos os interessados em desenvolver meios para que as Areias Descartadas de Fundição – ADF’s – possam contribuir para o desenvolvimento sustentável, ou seja, para que as fundições continuem exercendo seu papel na sociedade gerando empregos e impostos com responsabilidade socioambiental, administrando as ADF de forma que possam ser recicladas ou reutilizadas assim como é feito nos países ambientalmente mais avançados.

Procuramos disponibilizar informações sobre os caminhos para desenvolver e implantar tecnologias das soluções, incluindo a discussão de licenciamento e regularização legal.

Estaremos em constante desenvolvimento deste site. Em caso de dúvidas e sugestões,

Nota: As informações aqui disponibilizadas são de responsabilidade de quem as forneceu e/ou dos autores dos trabalhos publicados. A ABIFA é responsável pela compilação de dados e por suas opiniões que são publicadas em informes específicos e assinados

ATIVIDADES

ABIFA desenvolve uma série de atividades sobre a situação das ADF’s no Brasil com o objetivo de buscar juntos com as empresas e a sociedade  a normalização definitiva e a melhoria na eficiência técnica e ambiental das soluções existentes:

1- Demonstrar para as empresas que as ADF’s quando bem estudas e administradas corretamente, podem ter melhores custos e eficácia nos processos de regeneração, além de serem reutilizadas contribuindo para a preservação do meio ambiente e ou guardadas de forma eficiente em depósitos próprios licenciados para utilização no futuro.

2- Realizar pesquisas junto as empresas com o objetivo de obter informações sobre a real situação das ADF tais como: quantidades, características, composição, classificação, destinação, etc.

3- Realizar palestras envolvendo empresas e a sociedade na busca de conscientizar e viabilizar o trabalho em conjunto.

4- Realizar experimentos com asfalto em parceria com as empresas FAGOR, TUPY, Prefeitura de Extrema – MG, DNIT e Exército Brasileiro – IME – com o objetivo de estudar e tentar criar a primeira norma / referência.

5- Realizar reuniões e estudos em conjunto com ABNT objetivando viabilizar a criação de normas específicas.

6- Realizar pesquisas e contatos com entidades de classe e órgãos ambientais de outros países obtendo e organizando informações de com esses tratam a ADF possibilitando o embasamento para a definição de novas normas.
7- Organizar eventos onde serão apresentados os resultados dos trabalhos realizados e promover debates sobre os melhores caminhos para todos os envolvidos.