ABNT/CB-59

ABNT CB-59 COMITÊ BRASILEIRO DE FUNDIÇÃO

A ABIFA por meio da sua Comissão Técnica é supervisora e mantenedora do Comitê Brasileiro de Fundição (ABNT/CB-59), responsável pela elaboração e revisão das normas técnicas referentes à cadeia de fundição.

Objetivo:Prover o setor de normas técnicas atualizadas, proporcionando a indústria e sociedade brasileira qualidade e segurança
Escopo:Normalização no campo da fundição de ferro, aço, não ferrosos, insumos, matérias-primas e resíduos.

ESTRUTURA ABNT/CB-59 FUNDIÇÃO

ABIFA – Secretaria Técnica do ABNT/CB-59
Endereço: Av. Paulista 1274 20º Andar
Telefone: (11) 3549-3369
E-mail: cb59@abnt.org.br

CALENDÁRIO DE REUNIÕES 2016

Mês Dia Horário Local Nome da Comissão
Setembro 15 (Quinta-Feira) 14h00min Expoville/SC Comissão de Estudo de Matérias-Primas para Fundição
Outubro 06 (Quinta-Feira) 14h00min ABIFA/SC Comissão de Estudo de Matérias-Primas para Fundição
Dezembro 01 (Quinta-Feira) 14h00min ABIFA/SC Comissão de Estudo de Matérias-Primas para Fundição

ABNT/CB-59 FUNDIÇÃO

SUB-COMITÊS
Resíduos de Fundição 59:001 Fundição de Aço 59:002 Fundição de Ferro 59:003 Fundição de Não Ferrosos 59:004 Matérias-Primas 59:005
Comissão de Estudo Resíduos
de Fundição 59:001.01
Em recesso Comissão de Estudo de Ferro Fundido Conexões” 59:003.02 A ser instalada Comissão de Estudo de Matérias-Primas para Fundição 59:005.01

COMISSÕES DE ESTUDO

Comissões de Estudo são grupos de trabalho integrados voluntariamente por produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios, centros de pesquisas e Governo) que, através do consenso, analisam e debatem propostas de Projetos de Normas.

Obtido o consenso, o Projeto de Norma é aprovado e submetido à Consulta Nacional, após o que poderá atingir à condição de Norma Brasileira.

Estão instaladas no momento no ABNT/CB-59 Fundição, as seguintes Comissões de Estudo:

• CE 59:001.01 Comissão de Estudo Resíduos de Fundição
• CE 59:003.02 Comissão de Estudo de Ferro Fundido “Conexões”
• CE 59:005.01 Comissão de Estudo de Matérias-Primas para Fundição

ESCOPO DAS COMISSÕES DE ESTUDO INSTALADAS

CE 59:001.01 Comissão de Estudo Resíduos de Fundição
Escopo: Normalização referente aos resíduos de fundição no que concerne a tratamento, utilização, reaproveitamento, armazenamento e transporte.

CE 59:003.02 Comissão de Estudo de Ferro Fundido “Conexões”
Escopo: Normalização referente a conexão de ferro fundido maeável classes 150 e 300, com rosca NPT para tubulações e conexão de ferro fundido maleável com rosca ABNT NBR NM – ISO 7-1

CE 59:005.01 Comissão de Estudo de Matérias-Primas para Fundição
Escopo: Normalização referente a matérias-primas para fundição no que concerne aos processos de moldagem, macharia e fusão, especificações químicas e físicas, ensaios físicos e químicos, distribuição granulométrica e terminologia.

NORMAS PUBLICADAS NO ABNT/CB-59 FUNDIÇÃO

 

NORMAS PUBLICADAS
Número Título
ABNT NBR 15702 Areia descartada de fundição – Diretrizes para aplicação em asfalto e em aterro sanitário
ABNT NBR 15984 Areia descartada de fundição – Central de processamento, armazenamento e destinação (CPAD)
ABNT NBR 15814 Granalha de aço fundido de alto carbono para jateamento
ABNT NBR 15815 Granalha de aço fundido de alto carbono para corte de rocha
ABNT NBR 15850 Barras de ferro fundido cinzento e nodular produzidas pelo processo de fundição contínua
ABNT NBR 15990 Peças fundidas pelo processo de microfusão – requisitos de fabricação, características e propriedades
ABNT NBR 16011 Amido pré-gelatinizado para fundição – Determinação da variação do pH da dispersão padrão após 24 h – método de ensaio
ABNT NBR 16012 Amido pré-gelatinizado para fundição – Determinação do inchamento – Método de ensaio
ABNT NBR 16013 Amido pré-gelatinizado para fundição – Determinação da absorção de água – Método de ensaio
ABNT NBR 16014 Amido pré-gelatinizado para fundição – Determinação da geleificação – Método de ensaio
ABNT NBR 16010 Amido pré-gelatinizado para fundição – Especificação
ABNT NBR 15612 Amido pré-gelatinizado para fundição – Determinação do teor de umidade – Método de ensaio
ABNT NBR 16000 Amostragem de material na forma de pó para fundição – Procedimento
ABNT NBR 16009 Materiais de fundição – Dispositivos para amostragem – Procedimento
ABNT NBR 16059 Materiais para fundição – Determinação da temperatura de sinterização pelo método da lâmina de platina – Método de ensaio
ABNT NBR 16062 Areia base para fundição – Determinação do teor de sílica pelo método dos ácidos clorídricos e perclóricos – Método de ensaio

NORMAS REVISADAS NO ABNT/CB-59 FUNDIÇÃO

 

NORMAS REVISADAS
Número Título
ABNT NBR 9767 Areia-base para fundição – Determinação do teor de argila total por sifonamento – Método de ensaio
ABNT NBR 10611 Cavidade das caixas-de-macho para confecção de corpos-de-prova para ensaios tecnológicos em laboratórios de areias – Dimensões – Padronização

NORMAS CANCELADAS NO ABNT/CB-59 FUNDIÇÃO

 

NORMAS CANCELADAS
Número Título
ABNT NBR 10613:1989 Resina para o processo caixa-quente – Determinação da resistência à higroscopia e da resistência à tração do corpo-de-prova estufado da mistura-padrão.
ABNT NBR 10631:1989 Resina para o processo caixa-quente – Determinação da resistência à tração a quente da mistura-padrão.
ABNT NBR 8100:1983 Bentonita para fundição – Determinação do teor de carbonato
ABNT NBR 8298:1983 Carvão mineral – Determinação do índice de livre inchamento
ABNT NBR 8299:1983 Carvão Mineral – Determinação do carbono fixo
ABNT NBR 8305:1983 Preparação da mistura-padrão – Resina para o processo de caixa-quente na fundição
ABNT NBR 8628:1984 Carvão mineral – Determinação do poder calorífico superior e do poder calorífico inferior
ABNT NBR 8630:1984 Carvão mineral – Determinação da densidade de carga
ABNT NBR 8631:1984 Carvão mineral – Análise elementar
ABNT NBR 8738:1985 Carvão mineral – Ensaios densimétricos
ABNT NBR 8739:1985 Carvão mineral – Determinação do índice de moabilidade (Hardgrove)
ABNT NBR 8955:1985 Carvão mineral – Ensaios dilatométricos – Processo Audibert-Arnu
ABNT NBR 9164:1985 Carvão mineral – Determinação da fusibilidade das cinzas – Método de ensaio
ABNT NBR 9346:1986 Processo caixa quente – Determinação do teor de nitrato de amônio em catalisador – Método de ensai
ABNT NBR 9350:1986 Processo caixa quente – Determinação do teor de cloreto de amônio em catalisador, para o processo caixa quente – Método de ensaio
ABNT NBR 9548:1986 Processo caixa quente – Determinação do teor de uréia em catalisadores à base de cloreto ou nitrato de amônio, a partir dos teores de nitrogênio total – Método de ensaio
ABNT NBR 10632:1989 Carvão mineral – Ensaio de tambor
ABNT NBR 6629:1982 Pó de zinco
ABNT NBR 6345:1985 Preparação de amostra de chumbo refinado em lingotes, para análise química
ABNT NBR 8312:1983 Chumbo refinado – Determinação de zinco – Método turbodimétrico
ABNT NBR 9549:1986 Preparação da dispersão padrão de tintas para fundição
ABNT NBR 10472:1988 Níquel – Determinação de bismuto e chumbo – Método de absorção atômica
ABNT NBR 8822:1985 Níquel primário
ABNT NBR 9091:1985 Carvão mineral – Ensaio de queda
ABNT NBR 8821:198 Amostragem de níquel para análise química
ABNT NBR 8819:1985 Zinco e ligas de zinco – Determinação de chumbo e cádmio – Método polarográfico
ABNT NBR 8276:1983 Chumbo – Determinação do antimônio – Método espectrofotométrico
ABNT NBR 8275:1983 Ligas de chumbo – Determinação do antimônio – Método volumétrico – Método do bromato

COMO PARTICIPAR

A composição das comissões de estudo é aberta a todos os interessados, não se restringindo aos profissionais convidados pelo Comitê.

Os interessados em participar devem entrar em contato com a secretaria do ABNT/CB-59 Fundição, indicando a Comissão de Estudo de seu interesse.

As empresas ou entidades que estejam interessadas na elaboração/revisão de normas devem apresentar uma solicitação formal à secretaria do ABNT/CB-59, indicando em detalhes o objeto e o escopo da normalização pretendida, com uma breve justificativa de sua necessidade.

Para mais informações entre em contato com ABNT/CB-59 por email cb59@abnt.org.br ou por telefone (11) 3549-3369 com Lylian Fernanda Camargo.

SAIBA COMO APOIAR O ABNT/CB-59 FUNDIÇÃO

Participe do desenvolvimento normativo brasileiro do setor da fundição como colaborador do ABNT/CB-59.
Para mais informações: cb59@abnt.org.br ou wgutierres@abifa.org.br