Produção e exportações da indústria automotiva crescem em ritmo superior ao das vendas internas no primeiro quadrimestre

Segundo balanço divulgado pela ANFAVEA – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, em abril a produção do setor foi de 190,9 mil unidades; -4,7% abaixo de março, porém um mês com três dias úteis a menos.

De acordo com a entidade, a comparação de números com abril de 2020 é descabida, pois foi o mês da paralisação geral das fábricas e concessionárias, devido à quarentena imposta pelo novo Coronavírus.

Logo, a melhor referência comparativa diz respeito ao volume acumulado do ano, e nele a produção de 788,7 mil unidades superou em 34,2% o resultado do primeiro quadrimestre do ano passado.

Também merece destaque o desempenho das exportações, com crescimento de +34,7% no acumulado de 2021. Ao todo, foram embarcados 33,9 mil autoveículos em abril e 129,6 mil no ano. Os envios aumentaram para a maioria dos mercados, em especial para a Colômbia.

As vendas internas também tiveram crescimento no quadrimestre, no comparativo de produção e exportações. Foram licenciados 175,1 mil veículos em abril e 703 mil no acumulado do ano, uma alta de +14,5% sobre os primeiros quatro meses de 2020.

Caminhões e comerciais leves (picapes, principalmente) tiveram alta acima de +40% no total de emplacamentos de 2021, desempenho bem superior ao de ônibus (+13,2%) e automóveis (+7,7%).

Luiz Carlos Moraes, presidente da entidade, afirma que “os números deste primeiro terço do ano indicam que as projeções feitas em janeiro são factíveis de serem atingidas, salvo alguma situação inesperada no segundo semestre”. A ANFAVEA estima para este ano crescimento de +15% nas vendas, +25% na produção e +9% nas exportações.